Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Eleitores de quatro cidades do RS voltaram as urnas no último domingo

« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:procedimento, convocada, mateus, busanello, margem, inferior, anildo e freddo439 palavras7 min. para ler
Procedimento eleitoral tornou a se repetir em Triunfo, Sobradinho, Tucunduva e Fortaleza dos Valos. Candidatos eleitos em 2012 tiveram mais de 50% dos votos no pleito, mas foram cassados por irregularidades confirmadas pela Justiça. 

O candidato da coligação Para Fazer a Diferença (PMDB/PRB/PT/PCdoB/PRP/PTB/PR), Mauro Poeta, foi eleito com 49,34% dos votos na cidade de Triunfo, Região Carbonífera do Rio Grande do Sul. O vice-prefeito é Gaspar Martins. O município tem 23.053 eleitores e quatro chapas compuseram o pleito. O segundo colocado foi Juvandir Pinheiro, do PP. Em janeiro, o Tribunal Regional Eleitoral – TRE confirmou sentença de primeiro grau pela cassação do registro de candidatura do diploma do prefeito eleito, Marcelo Essvein (PDT), por abuso de poder econômico e político.

Oposição vence eleição em Sobradinho

Luiz Affonso Trevisan (PMDB), da coligação O Futuro é Agora, venceu a eleição suplementar com uma diferença de 540 votos. O empresário, de 51 anos, terá como vice o comerciante Jurandir Serena, do PSB. A chapa foi formada pela aliança do PMDB/PSB/PDT, PT e PC do B.

A eleição fora de época aconteceu devido à ação do  TRE, responsável pelo indeferimento de candidatura de Jorge Pohlmann (PP), eleito em outubro de 2012, sem poder assumir o cargo de prefeito. A chapa encabeçada por Pohlmann, com Gilvan Trevisan, de vice, conquistou 55% da preferência dos eleitores e provocando, assim, uma nova eleição.

Crime eleitoral é registrado em Tucunduva

No município, candidato do PMDB, Paulo Roberto Scherz, venceu Mateus Busanello (PP), por uma margem inferior a 200 votos. Anildo Freddo, do mesmo partido, será o vice-prefeito. A abstenção foi de 10,28% (500).

A eleição foi convocada pelo TRE-RS porque Lauri Bottega (PMDB), o mais votado em outubro de 2012, foi considerado inelegível pela Justiça Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa.

No município, duas ocorrências de crime eleitoral foram registradas. Dois veículos foram flagrados carregando panfletos para fazer propaganda nas proximidades dos colégios eleitorais, conforme informa a Brigada Militar. A Polícia Civil registrou as ocorrências e encaminhou para a Justiça Eleitoral.

Candidato eleito de Fortaleza dos Valos é do PDT

No menor colégio eleitoral, Adair Toledo (PDT),  é o novo prefeito de Fortaleza dos Valos, tendo Leonir Barichello (PT) como vice. O candidato da coligação Aliança Democrática Popular somou 1.909 votos, frente 1.739 de Janice Oliveira (PP).

Na cidade, a eleição aconteceu depois da cassação dos registros de candidatura de Ari José Pegoraro (PP) e do vice Flávio Elicker (PP). Segundo a investigação, os eleitos distribuíram bens e serviços referentes ao plano habitacional nas eleições do ano de 2008, tendo como objetivo de ganhar votos. Eles foram cassados com base na Lei da Ficha Limpa.

Informações de Correio do Povo


Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it
Estão presentes em Planalto:
Logo governo federal 149218-402-50      Logo formação pela escola.PNG      Logo BG logo-320       Logo conselho de alimentação escolar.PNG       Logo suas logo rodape-402-72       Logo brasão RS2.PNG